O suspeito soltou as algemas e fugiu da delegacia logo após ser detido. Homem que foi baleado está bem

 

Uma pessoa inocente é baleada em perseguição policial. Foto: Reprodução / TV Globo

 

G1 – São Paulo – Um homem suspeito de roubar uma casa lotérica fugiu de uma delegacia no Jardim Penha, Zona Leste de São Paulo, logo após ser preso na noite desta quinta-feira (10). Durante a perseguição, um guarda civil metropolitano atirou na perna de um morador da região, que está consciente e aguarda para saber se precisará de cirurgia. O suspeito foi encontrado e detido novamente.

Por volta de 22h, Diego Morais e um outro homem foram detidos suspeitos de roubarem uma casa lotérica. Em seguida, Diego soltou as algemas e fugiu da delegacia. Ele correu cerca de 700 metros em direção à uma vila familiar, onde mora o motorista William Pereira de Souza, que foi baleado na parte traseira da coxa por um GCM que perseguia o suspeito.

A polícia chegou a usar um helicóptero para procurar o fugitivo, que ficou escondido duas horas dentro de uma casa próxima à delegacia. Ao sair, ele foi linchado e agredido por moradores da região e precisou ser socorrido. Depois do atendimento, Diego, que tem passagem pela Polícia, foi encaminhado novamente para a delegacia.

O Hospital Ermelino Matarazzo informou que William Pereira de Souza está bem e e consciente e que aguarda para saber se terá que fazer cirurgia para remover a bala.

De acordo com a Secretaria da Segurança Urbana, foi aberta uma sindicância para investigar o caso e a conduta do GCM.