Órgão disse, por meio de nota, que se comprovada a agressão, irá multar a empresa terceirizada e solicitar o desligamento imediato do trabalhador

 

Morador em situação de rua é molhado por funcionário da prefeitura. Reprodução

 

R7 – São Paulo – Um funcionário de uma empresa que presta serviço para a Prefeitura de São Paulo foi visto jogando um jato de água com uma mangueira em uma pessoa em situação de rua, na manhã desta terça-feira (13), na alameda Cleveland, no centro da capital paulista.

Nas imagens é possível ver uma pessoa toda coberta, deitada na calçada, sendo molhada com um jato forte de água. Logo em seguida, duas mulheres, com um colete da assistência social, impedem o funcionário de continuar jogando água. A pessoa em situação de rua se levanta e, aparentemente, deixa o local.

PUBLICIDADE



 

Por meio de nota, a prefeitura diz que “repudia atos de violência e que está apurando as imagens e os depoimentos dos funcionários que trabalhavam no local”. Se comprovada a agressão, a Amlurb (Autoridade Municipal de Limpeza Urbana) irá “multar a Inova [empresa terceirizada] e solicitar o desligamento imediato do funcionário”.

Nesta tarde a prefeitura enviou um posicionamento do secretário das Prefeituras Regionais Cláudio Carvalho: “Eu não aceito isso, é desumano, e o prefeito também não aceita isso, por isso vamos tomar todas as atitudes que estão ao nosso alcance para punir os responsáveis.” Ele determinou à Amlurb, gestora do contrato com a Inova, que multe a empresa e exija o desligamento imediato do funcionário.