Menina de 15 anos morreu com disparo acidental de revólver de PM, que teria se matado após incidente

 

Drive-In Vintage, motel em que morreram Deise e Rodrigo. Divulgação

 

R7 – São Paulo – Deise da Costa, de 15 anos, entrou escondida no porta-malas do carro no motel Drive-in Vintage, localizado na zona leste de São Paulo, conforme apurou a equipe da RecordTV. A menina e o policial militar Rodrigo Santos Mathias foram mortos a tiros na madrugada do sábado (14).

Deise e uma amiga, também adolescente, haviam se encontrado com dois homens —um deles era Mathias. Juntos, os quatro decidiram ir até um motel, e por serem menores de idade, as meninas foram no porta-malas do carro, enquanto os rapazes fingiram ser um casal homossexual.

PUBLICIDADE



 

Tiro acidental

No interior do quarto, Deise teria visto a arma de Rodrigo e quis saber se o revólver era de verdade. Segundo relatos, o outro homem no grupo, que sobreviveu, tentou tirar a arma de Deise e atirou acidentalmente contra ela, que morreu no local.

Mathias, então, teria se desesperado e disparado contra si mesmo.

O rapaz que atirou em Deise e a outra adolescente foram encaminhados ao 10º DP da Penha, onde o caso foi registrado.

Disparos chamaram atenção

A PM (Polícia Militar) foi acionada após funcionários do ouvirem tiros dentro de um dos apartamentos no motel. Ao chegarem,  encontraram Deise e Mathias já mortos. Segundo a imprensa da PM, os funcionários disseram aos policiais que teriam visto um homem fugindo com uma arma nas mãos.

Os corpos de Rodrigo Mathias e Deise da Costa já foram retirados do IML Leste pelas famílias durante a madrugada deste domingo (15). Mathias estava com enterro agendado para 9h30 deste domingo (15), em Poá, na Grande São Paulo.