Parque de diversões funcionou durante 30 anos numa área que hoje encontra-se totalmente degradada

Funcionários da Folha de São Paulo se divertem em festa de natal no Parque Shangai. Foto: São Paulo Antiga

São Paulo Antiga
São Paulo

Em meados da década de 40, nascia nas imediações do Parque D. Pedro um parque de diversões que foi um dos maiores do Brasil e que continua até hoje na memória de muitas pessoas: O Parque Shangai.

Encantando gerações, o Parque Shangai esteve em pleno funcionamento durante cerca de 30 anos. Neste tempo todo, foi um espaço de grande entretenimento marcado pela clássica montanha russa feita em madeira, além dos tradicionais autopista, carrossel e das tartarugas que saiam em alta velocidade sobre trilhos.

O Shangai não foi simplesmente um parque de diversão. Foi marcado também pelo segmento cultural tendo apresentações de músicos como Mário Zan, e Luiz Gonzaga. Além disso, haviam bailarinos, mágicos e teatro de marionetes, e também as animadas festas juninas e os concorridos bailes de carnaval que alegravam as noites e madrugadas paulistanas.

__publicidade__



Em 1958 foram rodadas no parque algumas cenas do filme “O Grande Momento” dirigido por Roberto Santos e estrelado por Gianfrancesco Guarnieri. Rodado no bairro do Brás, este filme foi precursor do Cinema Novo e infelizmente até o momento não existe versão em DVD.

Decadência

Na segunda metade da década de 60, o Parque Shangai já não era mais o mesmo. Brinquedos sem manutenção ocasionavam perigo aos frequentadores que começaram a não mais frequentar o local. No seu entorno, surgiu um comércio nada satisfatório de jogatinas, bebidas e arruaças. O que foi um espaço um democrático da alegria virou um problema social.

Em novembro de 1968, Parque Shangai foi superado diante da transformação urbana ocorrida no local. A área em que um dia reinara alegria e a diversão, começou a dar lugar a um conjunto de diversas pontes e viadutos.

Parque Shangai em São Paulo. Foto: São Paulo Antiga

Enquanto caminhões chegavam com diversos materiais para a construção dos viadutos, as pessoas que passavam em frente ao velho Parque Shangai deparavam-se com a seguinte frase: “Cedendo ao progresso, o Parque Shangai encerrou suas funções”.

Passados quase 44 anos de seu fechamento, o Parque Shangai adormece aos poucos na memória das pessoas.

Por ironia do destino, um novo plano urbanístico está sendo discutidor tendo como justificativa promover mudanças na infraestrutura da região do antigo parque, irradiando qualidade de vida no seu entorno. Bem, em seus tempos áureos o Parque Shangai já sabia fazer muito bem.

A área do antigo parque é hoje é uma das mais degradadas da Cidade de São Paulo.

Área onde ficava o Parque Shangai na região do Parque Dom Pedro II. Foto: São Paulo Antiga

 

Parque Shangai em São Paulo. Foto: São Paulo Antiga

Agradecimentos: Samuel Mandelbaum (Saloma do Blog) que cedeu a fotografia dele com sua prima no carrossel.

Bibliografia consultada:
O Estado de S.Paulo – 12/11/1968 – página 18
Correio Paulistano – 08/07/1940 – página 06
Correio Paulistano – 14/02/1941 – página 11