Espaço foi fechado em fevereiro devido à morte de um macaco vítima da febre amarela. Secretaria do Verde reabriu devido a melhoria do acesso a vacinação

 

Após quase dois meses Parque do Carmo é reaberto ao público. Foto: Divulgação

 

O Parque do Carmo, na Zona Leste de SP, foi reaberto ao público neste sábado (14), após ficar quase dois meses fechado depois que um macaco foi encontrado morto por febre amarela no local.

A informação é da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente, ao lado do Parque da Independência na Zona Sul, estes são os dois últimos parques municipais a serem reabertos após a campanha de vacinação contra a doença.

PUBLICIDADE



 

De acordo com a Secretaria do Verde, a reabertura dos parques se deve à melhoria do acesso à vacinação em todos os postos da capital paulista. Na próxima semana, nove estações do Metrô receberão postos volantes para reforçar a campanha.

O último balanço da Secretaria Municipal da Saúde informou que até quarta-feira (11) foram vacinadas 6.340.952 pessoas na cidade, ou seja, 54,2% da população.

A Prefeitura de São Paulo pretende imunizar 95% dos moradores da capital até 30 de maio, quando deve acabar a campanha de vacinação.

A Secretaria do Verde orienta as pessoas para que, antes de se deslocarem para áreas de risco, tomem a vacina e aguardem pelo menos dez dias, até que o corpo tenha respondido à imunização.