Festa clandestina é interrompida em São Miguel Paulista

Festa Clandestina - Leste Online
Festa clandestina com quase 100 pessoas é encerrada na Zona Leste de SP - Imagem: Reprodução/G1

Evento reunia quase cem pessoas que descumpriam as regras sanitárias. Estabelecimento foi multado em quase R$ 250 mil pela Vigilância Sanitária e pelo Procon. Cidade de SP registrou aglomerações em, pelo menos, sete estabelecimentos no fim de semana e fechou os locais

G1


SÃO PAULO — Uma festa clandestina com quase cem pessoas foi interrompida em um estabelecimento na Avenida São Miguel, na Zona Leste de São Paulo, na noite deste domingo (4). Pelo menos sete estabelecimentos foram fechados após registrarem aglomerações durante o fim de semana na capital paulista.

Três organizadores do evento foram detidos. Policiais civis e militares, além do Procon e da Vigilância Sanitária, participaram da operação. Uma arma falsa foi apreendida. A festa foi convocada pelas redes sociais, inclusive com venda de ingressos.



No total, 97 pessoas estavam no local, a maioria homens. Quase 40 pessoas estavam sem máscara e fazendo consumo de bebidas alcoólicas, além de compartilharem narguilé, o que é proibido durante a pandemia de coronavírus. O local também tinha pouca ventilação.

A Vigilância Sanitária multou o estabelecimento em mais de R$ 190 mil por permitir pessoas sem máscara no local.

Já o Procon aplicou outra penalidade de mais R$ 50 mil pelo descumprimento da lei antifumo em local fechado.

Os três detidos foram encaminhados ao Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC).

Os frequentadores da festa clandestina foram liberados após a operação.

Para denunciar festas clandestinas ou funcionamento irregular de serviços não essências é possível fazer uma denúncia pelo telefone da Vigilância Sanitária do estado de São Paulo, que é 0800-7713541, ou ligar para a PM no 190.


Fique sempre bem informado sobre o que acontece na Zona Leste de São Paulo e região, inscreva-se em nossos canais do Telegram e do WhatsApp.

Siga o @lesteonline nas redes sociais.

pt_BRPortuguese