Jovem é preso suspeito de matar padrasto a facadas no Cangaíba

Cangaíba - Leste Online
Rua onde jovem matou padrasto nesta terça (15) - Imagem: Reprodução/Google StreetView
Químico industrial foi morto após enteado negar arrumar quarto da irmã, que estava viajando. Crime aconteceu nesta terça-feira (15)

R7
16/12/2020


Cangaíba - Leste Online
Rua onde jovem matou padrasto nesta terça (15) – Imagem: Reprodução/Google StreetView

SÃO PAULO — O químico industrial Marcelo Ângelo Alberto, de 46 anos, foi morto dentro de sua casa, na região do bairro do Cangaíba, na Zona Leste de São Paulo, na manhã desta terça-feira (15).

As investigações iniciais indicam que o autor do crime é o enteado da vítima, identificado como Lucas, após uma discussão entre os dois. O jovem foi preso.

Ainda conforme as apurações da polícia, na casa onde aconteceu o crime, Marcelo morava com a esposa, o enteado e a filha do casal, de apenas três anos. A criança estava viajando com parentes e voltaria nesta terça-feira.

A discussão entre os dois teria começado depois de Marcelo pedir para Lucas arrumar o quarto para a chegada da menina, mas o jovem teria se negado a ajudar.

A briga acabou saindo do controle e a mãe de Lucas tentou intervir e apartar a briga, mas sem sucesso. A mulher ainda sofreu ferimentos na mão e o químico industrial morreu no local.

O enteado de Marcelo não fugiu e foi preso pela polícia ainda dentro da casa. Uma barra de ferro e duas facas, cada uma usada por um dos envolvidos na briga, foram apreendidas.

Segundo vizinhos, a convivência da família era conturbada. Em outras ocasiões, o marido já teria ido atrás de sua esposa com uma faca, além de ter sido denunciado por ela por agressão.

O padrasto de Lucas também já havia registrado queixa contra ele por ter quebrado seu nariz. O caso foi registrado no 24º DP (Ponte Rasa).

pt_BRPortuguese