Bombeiros encontram corpo de bancário desaparecido ao cair no Rio Tietê

Ulysses Ivan da Rocha foi resgatado morto neste domingo no rio após cair perto de ponte na Rodovia Ayrton Senna, na quinta, segundo a Polícia Civil

Atualizado às: 8:23


 

Bombeiros resgataram neste domingo corpo de homem desaparecido desde quinta após cair no Rio Tietê em São Paulo — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros PMESP
Bombeiros resgataram neste domingo corpo de homem desaparecido desde quinta após cair no Rio Tietê em São Paulo — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros PMESP

 

SÃO PAULO, 25 fev (G1) – Os bombeiros encontraram na manhã deste domingo (24) o corpo de um bancário desaparecido desde quinta-feira (21), quando caiu no Rio Tietê em São Paulo. De acordo com a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros, equipes da corporação resgataram o homem morto no rio, próximo a barragem da Penha, próximo ao Parque Ecológico Tietê.

A assessoria de imprensa da Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que o nome dele é Ulysses Silva da Rocha, de 31 anos.

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Civil sobre o desaparecimento, o homem participou de um curso e, na volta para casa, pediu um carro de transporte por aplicativo de celular. Ainda de acordo com o registro policial, na Rodovia Ayrton Senna, ele pediu para o motorista parar porque não estava passando bem.

O boletim informa que o motorista parou o veículo no acostamento da pista e o homem saiu do carro, se apoiou na mureta da via e saltou para dentro dela, indo em direção a uma área de mato. Como o passageiro não voltava, o condutor do carro foi ao local, que é uma ribanceira que leva ao Rio Tietê, mas não encontrou Ulysses.

Em seguida, o motorista acidou a PM e os Bombeiros, que iniciaram as buscas. Segundo os bombeiros que fizeram as buscas, o corpo do homem foi encontrado a aproximadamente 2 km de distância do local de onde caiu.

A ocorrência foi apresentada no 24º Distrito Policial (DP), Ponte Rasa, mas as causas e eventuais responsabilidades pelo caso deverão ser apuradas pelo 62º DP, Ermelino Matarazzo, ambas delegacias na Zona Leste.