Veículos de uma mesma empresa foram depredados em Cidade Tiradentes

 

33 ônibus foram atacados esta semana na zona leste da cidade. Foto: Reprodução/TV Globo

 

A Polícia investiga uma série de ataques a ônibus que têm acontecido nos últimos dias na Avenida Ragueb Chohfi e na Estrada do Iguatemi, em Cidade Tiradentes, na Zona Leste de São Paulo. De acordo com a empresa Via Sul, pelo menos 33 veículos foram depredados desde a segunda-feira (27).

O vandalismo acontece durante a madrugada, quando os ônibus estão sem passageiros no caminho de ida ou de volta da garagem. A maioria dos vidros foi quebrada com bolas de gude. Dois boletins de ocorrência foram registrados.

“Eu achei até que foi um tiro. Parei depois para olhar, tinha um buraco lá e o vidro estilhaçado. Parecia um tiro, mas não foi, porque senão tinha acertado no interior”, afirma o motorista Nardelio Silva.

“Eu já saio de casa com medo, já recomendado pela esposa para tomar cuidado”, afirma outro motorista João Ronaldo.

De acordo com os boletins de ocorrência, todos os ônibus atacados são da Via Sul. A empresa tem três garagens na capital com mais de 600 ônibus. São 280 coletivos em Cidade Tiradentes.

A Secretaria da Segurança Pública afirma que a delegacia da região investiga os casos e que o patrulhamento na região foi reforçado.

“A Polícia Militar intensificou a ronda no lugar. Mas mesmo assim é difícil de identificar. A gente tenta inibir. A ação da polícia na avenida inibiu um pouco. Ontem foi menos, só oito carros, mas mesmo assim é um prejuízo grande”, diz Ivan Mendes, encarregado de manutenção da Via Sul.

Segundo dados do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano (SPURBANUSS), foram registrados 352 casos de vandalismo de ônibus na cidade em 2018, uma média de 44 casos por mês.

Levantamento da TV Globo aponta 457 casos em 2018.

Fonte: G1