Acidente de trânsito ocorreu no sábado (2) quando PM perseguia outros motociclistas que trafegavam na contramão, diz pasta da Segurança. Vítima não tinha habilitação

G1
03/02/2020


Artur Alvim - Leste Online

Avenida onde entregador morreu após bater moto em carro no momento em que PM perseguia suspeitos em outras motocicletas — Foto: Reprodução/Google Maps

SÃO PAULO — Um entregador morreu na madrugada de sábado (1º) ao bater a moto que dirigia num carro e ser arremessado contra um poste de iluminação na Zona Leste de São Paulo. O acidente de trânsito ocorreu no momento em que a Polícia Militar (PM) perseguia outros motociclistas que estavam trafegando na contramão.

O nome do entregador morto não foi divulgado. Ele tinha 22 anos, de acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria da Segurança Pública (SSP).

O caso ocorreu por volta das 2h40 na Avenida Aldeia Manuel Antônio, Artur Alvim, zona Leste da Capital.

De acordo com a pasta da Segurança Pública, policiais militares estavam patrulhando a Avenida Itaquera quando viram um grupo de motociclistas no sentido contrário. O garupa de uma Honda Falcon segurava o guidom de outra moto, o que chamou atenção dos agentes, que fizeram o retorno e iniciaram o acompanhamento.

Após emitirem sinais luminosos e sonorosos para que o grupo parasse, apenas um motociclista parou. Diante disso, os policiais continuaram a perseguição.

Já na avenida Aldeia Manuel Antônio, as duas motos, entre elas a Honda Falcon, ainda em fuga realizaram ultrapassagem em um Toyota Corolla que trafegava pelo local.

Nesse instante, a Honda GC160 Fan, guiada pelo entregador, bateu na lateral do veículo e ele foi arremessado contra um poste de iluminação pública.

Os agentes pararam a perseguição à Honda Falcon para prestar socorro ao motociclista ferido. Eles acionaram a Unidade de Resgate, que socorreu a vítima ao Hospital Municipal Doutor Alexandre Zaio, onde o entregador morreu.

Em consulta aos sistemas policiais foi possível constatar que a vítima não possuía permissão para conduzir nenhum tipo de veículo.

Foi solicitada perícia ao local, ao carro envolvido na ocorrência, carro de cadáver e exame necroscópico para o entregador.

O caso foi registrado como homicídio culposo na direção de veículo automotor no 24º Distrito Policial (DP), Ponte Rasa.

Mais em Leste Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Polícia