Tide Setúbal: gestantes dividiram espaço com pacientes de covid, diz sindicato

Tide Setúbal - Leste Online
SP: gestantes dividiram espaço com pacientes de covid, diz sindicato - Imagem: Reprodução

Prefeitura nega ter juntado pacientes, e diz que remaneja leitos para ampliar o atendimento no hospital

R7


SÃO PAULO — Pacientes com suspeita de covid-19 foram internados em um espaço ocupado por gestantes na maternidade do Hospital Municipal Tide Setúbal, em São Miguel Paulista, na Zona Leste da capital. É isso que diz o Sindsep (Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública e Autarquias no Município de São Paulo), por meio de nota publicada nesta quinta-feira (4).

Segundo o sindicato, nove pessoas com suspeita de covid-19 foram internadas na área de maternidade do hospital, separadas por apenas um biombo das gestantes, na noite da última quarta-feira (3). Além disso, funcionários do hospital que atuam nas áreas de pediatria e UTI neonatal teriam sido deslocados para receber casos de infecção pelo novo coronavírus.



Segundo o sindicato, a situação foi contornada após a publicação da denúncia. Por volta das 14h30 de quinta, os nove pacientes começaram a ser remanejados.

Por meio de nota, a Prefeitura de São Paulo disse que o Hospital Tide Setúbal “tem realizado remanejamento de leitos para ampliar o atendimento covid-19 na unidade”. A Secretaria Municipal de Saúde destacou que, somente nesta semana foram implantados 26 novos leitos de UTI na unidade.

O Sindsep afirma que uma nova UTI passou a funcionar onde ficava a enfermaria de saúde mental na unidade, abrindo às 16h e às 18h. Dez leitos foram rapidamente ocupados. Além disso, outros 116 leitos de enfermaria e UTI foram ocupados por pacientes com covid-19 na última quarta-feira.

Já a secretaria de Saúde diz que durante o remanejamento de novos leitos na última quarta-feira, dois pacientes precisaram ser transferidos temporariamente e ficaram em dois quartos isolados, sem contato algum com outros pacientes. “Pouco tempo depois, eles foram encaminhados para a ala covid-19 e os quartos receberam a limpeza especializada para desinfecção”.

A Prefeitura de São Paulo informou que o Hospital Tide Setúbal estava, até a noite de quinta-feira, com 72% de ocupação.

pt_BRPortuguese