Justiça de SP volta atrás e Hospital das Clínicas passa a atender somente casos graves

Pronto-socorro volta a manter as portas fechadas para quem entrar a pé. A nova determinação autoriza que o hospital atenda somente pacientes em estado grave levados pelo Samu, resgate ou pelo helicóptero Águia da Policia Militar

G1
05/07/2019 – 21:16


 

Hospital das Clínicas volta a atender de portões fechados - SP Online
Hospital das Clínicas volta a atender de portões fechados. Foto: Reprodução

 

SÃO PAULO — A Justiça de São Paulo voltou atrás na decisão que determinou que o pronto-socorro atendesse a todos os pacientes que procurassem o Hospital das Clínicas. Assim, pacientes que chegam a pé ao pronto-socorro não passarão mais pela triagem.

Nesta sexta-feira (6), o desembargador Reinaldo Miluzzi reconsiderou a própria decisão e suspendeu a ordem anterior, até que o caso seja julgado. A nova determinação autoriza que o hospital atenda somente como unidade de emergência referenciada para casos graves, quando o paciente corre risco de vida.

O Hospital das Clínicas recorreu alegando que não tem estrutura física para atender todos os pacientes, afetando o comprometimento e qualidade de atendimento para os que estão em estado grave.

Na quarta-feira (3), o desembargador tinha determinado que o HC voltasse a realizar a triagem e classificação de risco de todos os pacientes, já que, desde 2013 o pronto-socorro recebia apenas pacientes em estado grave levados pelo Samu, resgate ou pelo helicóptero Águia da Policia Militar.

Na quinta-feira (4), pacientes ouvidos pelo SP2 conseguiram entrar no hospital a pé e passar por triagem.