Polícia Civil encerra festa com mais de 100 pessoas em tabacaria na Vila Formosa

Tabacaria Vila Formosa - Leste Online
Polícia Civil encerrou festa com 104 pessoas em tabacaria na Vila Formosa - Imagem: Divulgação/Polícia Civil

Seis pessoas foram conduzidas à delegacia, entre elas o DJ e o proprietário do local, por infração de medida sanitária preventiva

R7


SÃO PAULO — A Polícia Civil encerrou uma festa com 104 pessoas em uma tabacaria na Vila Formosa, Zona Leste de São Paulo, na madrugada deste sábado (8). O evento acontecia na balada chamada Infinity Club, localizada na avenida João XXIII, número 303.

A polícia precisou forçar a entrada e derrubar a porta do estabelecimento. O local era fechado e sem ventilação. A ação foi deflagrada pelo Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos), do Dope (Departamento de Operações Especiais de Polícia), em apoio ao Comitê de Blitz, criado pelo governo de São Paulo para reforçar a fiscalização do cumprimento das medidas restritivas contra a pandemia.



Segundo a Polícia Civil, 104 jovens participavam da festa, sendo que 10 não utilizavam máscara de proteção contra a covid-19. Seis pessoas foram conduzidas à delegacia, sendo o DJ, proprietário do local, garçom, operador das máquinas de cartões e dois participantes.

O evento contava com bebidas alcoólicas e narguilés e ocorria mesmo durante a pandemia do coronavírus e a fase de transição do Plano São Paulo de flexibilização econômica. No local, também foram apreendidas 12 máquinas de cartões, três notebooks, dois controladores e três mini controladores de som, uma mesa, dois microfones e um potencializador de som.

Segundo o delegado Eduardo Brotero, supervisor do Garra, os jovens não respeitavam o distanciamento social e a casa também não contava com extintores de incêndio nem saída de emergência.

Além da Polícia Civil, também participaram da ação a Polícia Militar, Guarda Civil Metropolitana, Procon, Vigilância Sanitária e Ministério Público.

Segundo Nilson Betarelli, do Centro da Vigilância Sanitária, a multa aplicada pelo não uso da máscara é de R$ 5.294 por pessoa.

Os averiguados foram encaminhados à 3ª Delegacia de Crimes Contra a Fazenda, do DPPC (Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania), onde o termo circunstanciado foi registrado.


Fique sempre bem informado sobre o que acontece na Zona Leste de São Paulo e região, inscreva-se em nossos canais do Telegram e do WhatsAppou baixe o nosso App para Android.

Siga o @lesteonline nas redes sociais.

pt_BRPortuguese