DestaquesNotícias

Interdição do Santa Marcelina sobrecarrega hospitais da Zona Leste

Pronto-socorro, UTI e quimioterapia do hospital foram interditados pela Vigilância Sanitária no último dia 4

Interdição do Santa Marcelina sobrecarrega hospitais da região. Reprodução/TV Globo

A interdição parcial do Hospital Santa Marcelina de Itaquera está sobrecarregando outros hospitais da Zona Leste de São Paulo, mostrou o SP1. O pronto-socorro, a UTI e a quimioterapia do hospital foram interditados pela Vigilância Sanitária no último dia 4. O motivo, segundo a assessoria do centro médico, é superlotação.

O hospital disse novamente neste sábado que vai tentar atender os pedidos da vigilância para melhorar estrutura e climatização desses setores o mais rápido possível. Mas não deu um prazo.

No Hospital Doutor Waldomiro de Paula, corredores estão lotados e muitas pessoas esperam atendimento. Um homem que havia sido operado no dia anterior aguardava a medicação no meio do corredor.

__continua depois da publicidade__



A unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Itaquera deveria atender apenas pacientes de casos menos graves. Os mais complexos deveriam ser encaminhados para hospitais maiores, com mais recursos. Mas, com a interdição parcial do Santa Marcelina, a reportagem encontrou doentes que tentaram transferência para lá e acabam ficando na UPA.

Outra opção na região é o Hospital Tatuapé, que recebe casos mais graves. No pronto-socorro, também tinha uma fila grande para o atendimento.

O diretor do Departamento de Assistência à Saúde, Luiz Carlos Zamarco, que coordena os hospitais municipais, disse que já reforçou as equipes. “Quinze médicos a mais foram chamados para trabalhar no fim de semana”.

Fonte: G1

Mais em Leste Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Destaques