Falta oxigênio em mais uma UPA na Zona Leste; prefeitura negocia compra de cilindros

UPA Tito Lopes - Leste Online
Falta oxigênio em mais uma UPA na cidade de SP; prefeitura negocia compra de cilindros - Imagem: Lucas Jozino/Rádio Bandeirantes

No último sábado (20), já havia faltado oxigênio na UPA de Ermelino Matarazzo, também na Zona Leste da capital

Band


SÃO PAULO — Mais uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) registra falta de oxigênio na cidade de São Paulo. A Rádio Bandeirantes confirmou com duas fontes que já não já existe mais o insumo para pacientes com Covid-19 na UPA Tito Lopes, em São Miguel Paulista. As informações são do repórter Lucas Jozino e da Carol Mattos, no Bora SP.

Na manhã desta segunda-feira (22), ambulâncias estiveram no local para a transferência dos pacientes. Quatro já foram levados para o Hospital Tite Setúbal.



No último sábado (20), já havia faltado oxigênio na UPA de Ermelino Matarazzo, também na zona leste da capital.

A prefeitura de São Paulo está negociando com empresas da indústria siderúrgica para a compra de cilindros de oxigênio.

Todas UPA’s da capital têm capacidade menor de armazenar oxigênio comparado aos hospitais, mas, por causa da superlotação, as unidades estão internando e entubando pacientes com Covid-19 em estado grave.


Fique sempre bem informado sobre o que acontece na Zona Leste de São Paulo e região, inscreva-se em nossos canais do Telegram e do WhatsApp.

Siga o @lesteonline nas redes sociais.

pt_BRPortuguese