São Paulo

Prefeitura de SP quer trocar pedras portuguesas por concreto em parte de ruas do Centro

Projeto estava previsto para começo de 2018. Administração municipal alega custo da manutenção

22/05/2019 – 14:10


 

Prefeitura de SP disse que irá substituir pedras portuguesas de parte do Centro por concreto — Foto: Reprodução/TV Globo

Prefeitura de SP disse que irá substituir pedras portuguesas de parte do Centro por concreto — Foto: Reprodução/TV Globo

 

SÃO PAULO (G1) — A Prefeitura de São Paulo está testando um novo tipo de piso para as calçadas do centro histórico da cidade: concreto, no lugar das tradicionais pedras portuguesas. O teste faz parte do Projeto Triângulo SP, que tem o objetivo de revitalizar a área e estimular a vida noturna no centro.

O projeto ganhou esse nome porque a região que será revitalizada tem quase a forma de um triângulo e fica entre as ruas Boa Vista, Benjamim Constant e Líbero Badaró. As pontas são a Praça da Sé, o Largo São Francisco e o Largo São Bento. A previsão é que 68 mil metros quadrados sejam substituídos por concreto. Além de trocar o piso, a prefeitura quer mudar a iluminação e colocar bancos.

A prefeitura alega que as pedras portuguesas não aguentam o grande fluxo de pessoas e de veículos pesados, como o caminhão que faz a limpeza, e também que o custo da manutenção é seis vezes maior que o de concreto.

O secretário municipal de Turismo, Orlando Faria, disse que quer transformar a área num polo de economia criativa. “Estamos pensando vários eventos para esse território, e convidar cada vez mais o povo de São Paulo e turistas para conhecer o Centro”, disse o secretário.

Projeto 'Triângulo SP' quer trocar pedras portuguesas do centro e estimular vida noturna da área — Foto: Reprodução/TV Globo

Projeto ‘Triângulo SP’ quer trocar pedras portuguesas do centro e estimular vida noturna da área — Foto: Reprodução/TV Globo

Há mais de 10 anos, a mudança foi feita na Avenida Paulista e causou polêmica, já que o calçamento tem valor histórico.

Projeto anunciado por Doria

A ideia de trocar as pedras portuguesas do Centro não é nova. Em novembro de 2017, a prefeitura, então sob a gestão de João Doria, disse que iria fazer a troca até janeiro de 2018. Na época, o anúncio foi o de que o modelo seria o mesmo usado na Avenida Paulista, onde a pedra portuguesa foi preservada em frente aos prédios tombados.

Em abril de 2018, com as obras atrasadas, a administração municipal disse que o projeto para a execução das intervenções no calçadão no Centro da cidade estava sendo finalizado. Disse ainda que a primeira fase havia sido aprovada pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental, e que iria ser feita licitação para a segunda etapa.

Mais em Leste Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em São Paulo