Homem sofre mal súbito e morre em estação da CPTM após furtar celular de passageiro

Estação Brás - Leste Online
Movimentação de passageiros na estação Brás da CPTM, na região central de São Paulo, em 26 de junho de 2020 — Foto: Fernando Nascimento/O Fotográfico/Estadão Conteúdo

Vítima percebeu que o aparelho tinha sido tirado do bolso da calça e tentou correr atrás do assaltante, que fugiu. Durante a fuga, suspeito teve um mal súbito e desmaiou na plataforma. Ele foi levado à UPA do Tatuapé, na Zona Leste, onde morreu

G1


SÃO PAULO — Um homem sofreu um mal súbito e morreu na plataforma da estação Brás da CPTM, na Zona Leste de São Paulo, na tarde desta quinta-feira (28). Ele havia furtado um celular no trem poucos minutos antes e passou mal enquanto fugia da vítima, que percebeu que o aparelho havia sido subtraído.

A vítima do furto relatou à polícia que, ao embarcar no trem, percebeu que o celular tinha sido tirado do bolso da calça por um homem que estava atrás dele.

Por conta disso, ele pediu um telefone emprestado a outro passageiro do vagão para ligar para o próprio número e tentar flagrar o bandido. O ladrão teria percebido que seria pego e saiu do trem, correndo pela plataforma.

Na fuga, o homem teve um mal súbito e desmaiou. A vítima do roubo também correu e conseguiu ligar para o próprio celular. O aparelho vibrou e se iluminou no bolso do homem que estava caído no chão.

Os seguranças da CPTM prestaram atendimento, mas não conseguiram reanimá-lo. Ele foi levado à UPA do Tatuapé, também na Zona Leste, onde morreu.

A vítima do roubo e os agentes da CPTM que prestaram socorro devem prestar depoimento no 8º Distrito Policial (DP) do Brás, onde o caso deve foi registrado.

pt_BRPortuguese