Pacientes reclamam de superlotação e falta de leitos no Hospital do Tatuapé

Pacientes ficam internados em cadeiras na recepção do Hospital Municipal Doutor Cármino Caricchio, na Zona Leste de SP

G1
03/10/2019 – 12:09


 

Hospital Tatuapé - Leste Online
Pacientes esperam em corredores no Hospital do Tatuapé, na Zona Leste de São Paulo — Foto: Reprodução/TV Globo

 

SÃO PAULO — Superlotação, pacientes internados em cadeiras da recepção e em macas nos corredores. Esse foi o cenário flagrado pela equipe do Bom Dia SP no Hospital Municipal Doutor Cármino Caricchio, conhecido como Hospital do Tatuapé, na Zona Leste de São Paulo.

A superlotação do hospital é vista também na fila de triagem. Os pacientes ficam em uma fila do lado de fora do hospital para ter o primeiro atendimento. Os acompanhantes dos que internados, mas sem leitos, se revezam para passar o dia em pé, ao lado dos doentes.

Uma das pacientes está internada deste sábado (28) no corredor do hospital. Ela tem diabetes, machucou o dedão e pode ter que amputar o tornozelo por causa de uma infecção. “Ela estava na cadeira no sábado. É cadeira em cima de cadeira. As cadeiras estão grudadas. Não está dando para o paciente entrar aqui. Tem gente lá [na recepção] desde o dia 22 [de setembro]”, disse uma das acompanhantes.

Em nota, a direção do hospital disse que trabalha para melhorar os serviços prestados e ressalta que todos os usuários que chegam ao pronto socorro são acolhidos e recebem atendimento médico. Ainda de acordo com a nota, a direção afirma que o complexo hospitalar é referência em neurocirurgia, cirurgia geral, ortopedia, traumatologia, cirurgia de mão, vascular, bucomaxilofacial e tratamento de queimados e que são realizados quase mil atendimentos por dia.

Os bancos usados como macas pela equipe do hospital são oficiais, com roupa de cama, placas com nome do paciente e especificações das doenças coladas na parede.