Falha de sistema bloqueia 6 mil cartões do Bilhete Único em São Paulo

A SPTrans informou que “estuda aplicar penalidades devido aos prejuízos operacionais e de imagem que decorreram em consequência da falha no procedimento”

Metro Jornal
04/11/2019 – 11:25


 

Ônibus - Leste Online
Falha de sistema bloqueia 6 mil cartões do Bilhete Único em São Paulo – Foto: Fabio de Jesus/Leste Online

 

SÃO PAULO — Imagine sair de casa com seu Bilhete Único, subir no ônibus e, ao colocar o cartão no validador, ele diz que seu passe está cancelado. Foi o que aconteceu a cerca de 6 mil usuários nos últimos dias, desde 24 de outubro.

Segundo a SPTrans, naquela data cerca de 6 mil cartões foram bloqueados por causa de “uma ação indevida, por parte de uma garagem de ônibus, no envio de dados para o sistema”. O usuário que se deparou com o problema e ligou para o 156, telefone de atendimento da prefeitura, recebeu na sexta, dia 25, a resposta de que seu cartão tinha sido bloqueado pela auditoria.

A costureira Meire Solange Pereira, 53 anos, foi uma das pessoas prejudicadas. Ela foi ao posto da SPTrans no centro, único local em que se pode resolver o problema, na última sexta-feira. “Do nada meu cartão foi bloqueado. Só tive tempo de vir hoje resolver”, afirmou. No posto, seu cartão foi substituído, com os créditos recolocados. Ela relata outro problema que teve: “Nesses dias, tive que pagar a condução para ir trabalhar com meu dinheiro, pois meu patrão só coloca o crédito no bilhete único.”

Metro Jornal questionou a SPTrans se o problema não pode ser solucionado em outros locais que não o posto central, para facilitar para os usuários, prejudicados por uma falha no sistema. A empresa respondeu que “apenas neste posto é possível fazer, durante o atendimento do usuário, a análise necessária e a transferência dos créditos para o novo bilhete”.

A entrega do novo cartão e a restituição dos créditos é feita na hora, diz a empresa. De fato, a reportagem constatou que o procedimento é feito no momento que o usuário é atendido. A SPTrans informou que “estuda aplicar penalidades devido aos prejuízos operacionais e de imagem que decorreram em consequência da falha no procedimento”.

O endereço do posto central da SPTrans para quem precisa resolver o problema é rua Boa Vista, 274, mezanino, centro, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.