No tiroteio, 2 assaltantes em moto foram baleados e detidos pela Polícia Militar em Aricanduva. Policial, que estava em outra moto, foi internado com gravidade. Câmera gravou crime

Atualizado às: 20:21


 

Policial Militar é baleado na cabeça após reagir a tentativa de assalto na Zona Leste de São Paulo — Foto: Reprodução/Câmera de segurança
Policial Militar é baleado na cabeça após reagir a tentativa de assalto na Zona Leste de São Paulo — Foto: Reprodução/Câmera de segurança

 

SÃO PAULO, 25 jan (G1) – Um policial militar de folga foi baleado na cabeça após reagir a uma tentativa de assalto na Rua Engenheiro Guilherme Cristiano Frend, no Bairro Aricanduva, na Zona Leste de São Paulo, na noite de quarta-feira (23). Até a publicação desta matéria, o soldado Rafael Bruzadin Rezende, de 34 anos, continuava internado em estado gravíssimo no Hospital Santa Marcelina, em Itaquera.

Na troca de tiros, o agente baleou dois criminosos, que depois foram presos pela Polícia Militar (PM). Câmera de segurança gravou o crime e mostra os bandidos numa moto, uma Honda CG, abordando a vítima, que estava em outra motocicleta, uma Kawasaki Z650 (veja nesta reportagem fotos das imagens).

O policial estava sem o uniforme da corporação porque tinha acabado de sair do trabalho, na 1ª Companhia do 38º Batalhão da PM. Ele voltava de moto para casa quando foi cercado por dois homens em outra motocicleta, segundo mostra o vídeo feito a partir de câmera de segurança. Os bandidos queriam roubar a Kawasaki. Quando anunciaram o assalto, o agente reagiu atirando na direção deles com a pistola .40 da corporação.

Um dos ladrões, Douglas da Silva Oliveira, de 18 anos, estava armado com um revólver calibre 32. Ele também disparou contra o policial, mas depois caiu na rua, perto das motos, ao ser atingido na barriga por um tiro dado por Rafael. No boletim de ocorrência do caso, registrado como tentativa de latrocínio (que é o roubo seguido de morte) no 69º Distrito Policial (DP), Teotônio Vilela, não há informação se o agente foi baleado nesse tiroteio.

O comparsa de Douglas, um adolescente de 16 anos, que pilotava a moto Honda, também foi atingido por um disparo feito pelo policial. Mas mesmo ferido na perna ele conseguiu fugir a pé.

Em seguida, o policial pegou o celular, se sentou na calçada e pediu socorro. Nesse instante, Douglas se levanta e atira na cabeça de Rafael e foge em seguida na moto usada pelos bandidos. Como o revólver calibre 32 foi encontrado depois na rua, a Polícia Civil investiga a possibilidade de o criminoso ter usado a própria pistola .40 do policial para atirar na vítima.

Policial militar atira contra dois assaltantes durante tentativa de assalto na Zona Leste de São Paulo — Foto: Reprodução/Câmera de segurança
Policial militar atira contra dois assaltantes durante tentativa de assalto na Zona Leste de São Paulo — Foto: Reprodução/Câmera de segurança

Outros policiais militares que foram acionados por testemunhas para atender a ocorrência detiveram a cerca de 100 metros do local do crime Douglas, que estava com a arma do agente, e o adolescente. Segundo a Polícia Militar, os dois confessaram a tentativa de roubo.

Douglas foi levado ferido na barriga para o Hospital Sapopemba, onde foi operado e permanecia internado. Somente após receber alta médica é que ele poderá ser ouvido pela polícia.

O adolescente infrator apreendido também chegou a ser socorrido ao mesmo hospital, onde foi atendido e liberado. Não há informações se ele foi encaminhado a uma das unidades da Fundação Casa para cumprir medidas socioeducativas pela infração.

A perícia irá apontar de qual arma partiu o disparo que atingiu o policial na cabeça: se da dos bandidos ou do próprio agente.

Assaltante, baleado, levanta e atira na cabeça de policial militar, que tentava pedir ajuda pelo celular — Foto: Reprodução/Câmera de segurança
Assaltante, baleado, levanta e atira na cabeça de policial militar, que tentava pedir ajuda pelo celular — Foto: Reprodução/Câmera de segurança