Alça sai da pista expressa, sentido Ayrton Senna; não há previsão para sua reabertura

Atualizado às: 22:01


 

Ponte que liga Marginal Tietê à Via Dutra está interditada — Foto: TV Globo/Reprodução
Ponte que liga Marginal Tietê à Via Dutra está interditada — Foto: TV Globo/Reprodução

 

SÃO PAULO, 23 jan (G1) – A ponte que dá acesso à Rodovia Presidente Dutra pela pista expressa da Marginal Tietê foi interditada nesta quarta-feira (23). Segundo a Prefeitura de São Paulo, a estrutura apresentou rachaduras. Não há previsão para sua reabertura.

A alça de acesso fica na pista sentido Rodovia Ayrton Senna. A interdição foi feita pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) a pedido da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras (Siurb) após vistoria apontar rompimento de uma viga de apoio da estrutura num pilar.

Em nota, a Prefeitura afirma que o problema é semelhante ao ocorrido no viaduto da Marginal Pinheiros que cedeu em novembro do ano passado. “No entanto a estrutura não cedeu e o pilar está preservado”, diz o comunicado.

Além de levar ao Rio de Janeiro, a Dutra é utilizada por motoristas que vão ao Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Desvios

O motorista que estiver na Marginal Tietê e quiser acessar a Dutra terá de ir para a pista central ou a pista local da Tietê e pegar o acesso que leva à Rodovia Fernão Dias. Assim, ele cairá na pista local da Dutra.

Outra alternativa será seguir pela pista local da Marginal Tietê no sentido Ayrton Senna e acessar a pista lateral da Dutra pela Ponte do Tatuapé.

Para quem segue pela Avenida Salim Farah Maluf com destino à Dutra não há restrição no acesso à rodovia.

A Concessionária CCR NovaDutra informou que está trabalhando na abertura de um acesso entre as pistas marginal e expressa da rodovia, na altura do km 227, para melhorar a fluidez do tráfego.

Ponte que liga Marginal Tietê à Rodovia Dutra apresenta problemas de rachadura — Foto: TV Globo/Reprodução
Ponte que liga Marginal Tietê à Rodovia Dutra apresenta problemas de rachadura — Foto: TV Globo/Reprodução

Outras interdições

A Prefeitura informou que a alça já estava na lista das pontes e viadutos que serão vistoriadas prioritariamente na cidade. Esta é a terceira estrutura nas marginais a apresentar problemas nos últimos meses.

A primeira foi o já citado viaduto da Marginal Pinheiros que cedeu cerda de dois metros na madrugada de 15 de novembro. No momento da ruptura, um motorista teve escoriações leves e cinco carros ficaram danificados. Até hoje a pista expressa está bloqueada na região.

A obra para sua recuperação deve levar mais quatro meses e custará R$ 30 milhões, cinco vezes o total que a Prefeitura gastou com a manutenção desse tipo de estrutura desde 2014.

No dia 20 de novembro, uma fenda surgiu na Ponte do Limão, que liga as zonas Oeste e Norte de São Paulo e passa sobre a Marginal Tietê. Uma faixa da pista sentido Bairro do Limão foi bloqueada. As obras levaram mais de um mês e a circulação foi liberada em 11 de janeiro.